Notícias da Pecuária
Notícias sobre agronegócios, agricultura, pecuária e meio ambiente - 18 de Setembro de 2019
22/02/2016 - 08:04

Embrapa Rondônia apresenta nova técnica de inseminação artificial

Técnica em Blocos aumenta em até 20% a prenhez de vacas. A metodologia foi desenvolvida para vacas zebuínas de corte, Nelore, com cria ao pé e será avaliada para outras raças
Carla Layane
Renata Silva/Embrapa Rondônia
Ampliar
Nelore
Rafel Rocha/ Embrapa Rondônia
Ampliar
Pesquisador da Embrapa, Luiz Pfeifer.
A Embrapa Rondônia apresentou recentemente uma nova técnica que irá auxiliar pecuaristas. Trata-se da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) em Blocos que consiste em aumentar entre 10% e 20% o número de prenhez em relação às vacas submetidas à metodologia convencional.

De acordo com o pesquisador da Embrapa, Luiz Pfeifer, responsável pelo trabalho, a taxa de prenhez – relação entre fêmeas prenhes sobre o total de inseminadas – pode chegar a 70% com a nova técnica, enquanto que o método convencional alcança em média de 40% a 60%. 

O diferencial é a realização da inseminação artificial de acordo com o diâmetro do folículo dominante, ou seja, a resposta do ovário da vaca. Para utilizar a nova técnica, no dia de realização da IATF, inicialmente as fêmeas são avaliadas por ultrassonografia para se estimar o momento da ovulação. 

Dessa forma, realiza-se a inseminação artificial de acordo com o momento mais favorável para a fecundação, diferentemente da forma tradicional, que não leva em consideração a estimativa do momento da ovulação, revela a assessoria de imprensa da Embrapa Rondônia.

A metodologia foi desenvolvida para vacas zebuínas de corte, Nelore, com cria ao pé e será avaliada para outras raças, de acordo com o pesquisador. 

Mais informações podem ser obtidas no site: https://www.embrapa.br/rondonia
Informações Assessoria de Imprensa Embrapa Rond^?on
Gostou? Compartilhe!
COMENTE ESTA NOTÍCIA
CURTIU O NOTÍCIAS DA PECUÁRIA?
MAIS NOTÍCIAS
22 de Fevereiro de 2016
17:30
16:28
14:19
10:09
08:15
Publicidade
Publicidade
ACOMPANHE NO FACEBOOK
Notícias da Pecuária - Todos os direitos reservados 2019.