Notícias da Pecuária
Notícias sobre agronegócios, agricultura, pecuária e meio ambiente - 21 de Outubro de 2018
24/09/2018 - 14:40

Alta apresenta tecnologia que avalia a qualidade do sêmen congelado

Denominada de Citometria de Fluxo, a tecnologia avalia um atributo particular e importante do espermatozoide do touro, como a viabilidade, em conjunto com parâmetros de motilidade, vigor celular e morfologia espermática para atestar as características e atributos do sêmen de maneira sistêmica.
A Alta é pioneira ao apresentar para o mercado brasileiro uma técnica de avaliação celular inovadora, que potencializa a precisão da avaliação da qualidade do sêmen congelado.

Denominada de Citometria de Fluxo, a tecnologia avalia um atributo particular e importante do espermatozoide do touro, como a viabilidade, em conjunto com parâmetros de motilidade, vigor celular e morfologia espermática para atestar as características e atributos do sêmen de maneira sistêmica.

A Citometria de Fluxo analisa vários parâmetros simultaneamente e atua com objetividade ao analisar as amostras. A leitura da viabilidade celular é realizada por equipamentos de última geração, chamados citômetros de fluxo, em que a leitura é realizada em 10 segundos com até 10 mil células analisadas por amostra”, comenta o Médico Veterinário da Alta, Neimar Severo.

Cada espermatozoide examinado pelo citômetro representa 2.500 células de uma palheta, enquanto cada espermatozoide avaliado pelo CASA - sistema computadorizado de análise de sêmen utilizado pela Alta desde 2013 - representa 50 mil células da mesma palheta com uma precisão maior na avaliação. Ou seja, a acurácia da análise do sêmen por citometria de fluxo é dezenas de vezes maior quando comparada com outras técnicas, que lêem um número menor de células por amostras.

Embora a motilidade e o vigor do espermatozoide seja muito prática e útil para a avaliação do sêmen, pode ser considerada incompleta em relação ao objetivo de estimar o potencial de fertilidade de uma amostra.
Com informações assessoria de imprensa
Gostou? Compartilhe!
COMENTE ESTA NOTÍCIA
CURTIU O NOTÍCIAS DA PECUÁRIA?
MAIS NOTÍCIAS
Publicidade
Publicidade
ACOMPANHE NO FACEBOOK
Notícias da Pecuária - Todos os direitos reservados 2018.